Olá!

Confira a resenha do livro Amarga Vingança de Andrea H. Japp.

Já comentei no blog que amo livros policiais, thrillers, e que encontrei excelentes escritores franceses desse gênero. Cito Franck Thilliez que já resenhei mais de uma obra aqui no Livrólogos. Agora a francesa Andrea H. Japp entrou para minha lista também.

Recebi o livro da editora Vestígio e devorei uma página atrás da outra sem parar.

A autora escreveu muitos livros, e esse faz parte de uma série, Diane Silver, com três livros publicados lá fora e dois aqui. Mas pode ser lido fora de ordem sem problemas.

Série Diane Silver

  1. Na mente, o veneno ( Dans la tête, le venin,  2009 );
  2. Amarga Vingança (Une ombre plus pâle, 2009 );
  3. La Mort, simplement ( 2010)

Diane Silver, uma profiler do FBI, caça serial Killers. Atormentada, mas uma mulher forte que assistiu as horas de tortura de sua filha e com uma mente afiada. Ela caça os monstros. E agora se associou com um deles, Nathan/Rupert, um milionário, mas psicopata, que ajuda a “limpar” o mundo dos outros monstros … Um novo fato aparece e ele é quem tem os recursos para encontrar a provável comparsa do monstro que fez da filhinha de Diane, Leonor, uma de suas vítimas.

Ela não respeita muito as regras , mas é competente no que faz.

“Estou me lixando para as circunstâncias atenuantes no caso desses sujeitos. Eles são capazes de inventá-las a granel. E mesmo quando verdadeiras, isso não justifica que inocentes morram por terem tido o azar de cruzar seu caminho. “

Do outro lado do mundo, na França, o policial que foi treinado por Diane, Yves, está incomodado com as evasivas dela, que não age assim. Ele está atrás de Nathan que assassinou Louise, uma satanista, filha de Sara por quem ele tem nutrido sentimentos ( não correspondidos). Ele nem imagina que Nathan e Rupert são a mesma pessoa.

Enquanto Rupert usa seus recursos para investigar a suposta comparsa do assassino de Leonor, outros monstros estão agindo. Por uma daquelas ironias do destino, uma casa no meio do nada, com duas jaulas com duas mulheres mortas e um outro homem também morto é encontrada. E Diane usará sua experiência e mente afiada, para solucionar mais esse caso, contando com a ajuda de uma equipe competente. Mas esse caso se torna maior, pois ossadas são encontradas debaixo desse lugar e os monstros estão a solta. Quem será a próxima vítima?

— Oh, Rupert, seja lúcido. A lucidez é muito desagradável, mas é a prova mais incontestável de inteligência. A maior parte das coisas que nos tranquilizam são belas mentiras. Quer ver a verdade nua e crua?O tipo comum dos mortais,se faz isso mete uma bala na cabeça ou corta os pulsos. Deus não existe, a sorte não existe, acabaremos todos comidos pelos vermes.

Diane Silver ainda tem que lidar com seu superior e com Pliskin que está sempre querendo o pescoço dela. Mas Diane não é tola.

Para caçar monstros você tem quase que se tornar um para entender como ele age, entrar em sua mente… Diane já se associou a um, será que ela também se tornará um? A vingança pode corroer e te transformar, e transformar o caçador no monstro ou é só a justiça que é feita?

Um texto bem elaborado , uma narrativa mais direta, sem enrolação, várias histórias vão se desenrolando, mas sem deixar o leitor perdido. Os procedimentos e abordagens dos policiais e até dos assassinos, convencem, sem exageros. Mantendo o fio de tensão até culminar no desfecho surpreendente.

Recomendo a leitura!

 Capa, ficha técnica, sinopse

amarga

Amarga Vingança

Une ombre plus pâle

Andrea H. Japp
ISBN: 9788582860977
Editora: Nemo
Número de páginas: 272
Encadernação: Brochura
Formato: 14X 21 cm
Ano Edição: 2014

 

Sinopse

 

Não há trégua para Diane Silver…

A profiler do FBI Diane Silver continua sua caça aos serial killers. Ela se associou a Rupert Teelaney – também conhecido como Nathan Hunter –, um dos homens mais ricos do planeta, para eliminar esses carrascos, protegendo assim suas futuras vítimas. Mas o que ela deseja, acima de tudo, é encontrar a mulher que conduziu sua filha Leonor, de onze anos, até seu torturador. Diane sabe, no entanto, que, aliando-se a Nathan/Rupert, escolheu o caminho da ilegalidade, da extrema solidão.

Enquanto isso, em Paris, Yves Guéguen tenta proteger Sara Heurtel, cuja filha satanista foi assassinada por Nathan nos Estados Unidos. Na zona rural de Boston, uma cena digna dos piores pesadelos é descoberta em uma encantadora casa de campo, cujo porão foi transformado em um calabouço onde jazem três cadáveres. Diane tem agora uma nova presa, um novo predador a caçar.

Leia um trecho do livro – aqui

 

Boa leitura

See ya!

Rosana Gutierez

 

Compre o livro em:

Subamrino