por Bruna

Confira a resenha Somente Sua da autora Sylvia Day

Oi gente! Estou aqui hoje para falar com vocês sobre o livro da Sylvia Day – Somente sua, volume quatro da série Crossfire. Devo dizer que tinha bastante expectativa desse livro, principalmente depois de, na minha mísera opinião fazer uma tremenda lambança com o final do terceiro livro.

Certo, antes de falar qualquer coisa tenho que desabafar. Sei que esse livro é baseado em 50 tons de cinza e tal e confesso que ela fez um trabalho muito melhor com a parte das “bagagens” trazidas pelos personagens. Ela teve bem mais coragem que a autora de 50 tons para lidar com essa parte, mas tenho que dizer que essa série tá ficando chata. Depois de tanta expectativa ter um livro que mais encheu linguiça do que esclareceu algo é bem estressante. Pronto falei!

Nesse livro, com tantas outras coisas para abordar, a Eva, nossa mocinha, decide ter dúvidas sobre o seu relacionamento e os seus sentimentos por Gideon, nosso empresário gostoso, bem dotado e milionário por causa do idiota do Brett Kline. Tudo bem, eu entendo que ele tenha seu charme com essa pose de artista do rock sabe? E também confesso que ele deve ter uma senhora pegada, mas trocar o Gideon, o desejo secreto de praticamente todas as mulheres, por ele? Chamei sim a Eva de burra, muito mais que uma vez.

Um ponto muito muito e muito positivo desse livro foi os capítulos em que nosso Gideon gostoso foi narrador. Na minha opinião deu um gás a mais no livro e nos fez conhecer um outro lado dele que não tínhamos contato. Na verdade, eu me senti mais conectada com o personagem. Ele se tornou mais sensual e de forma nenhuma perdeu o mistério que o cerca. Gostei muito dessa dinâmica.

Outra coisa muito legal mesmo do livro, que me surpreendeu também, foi a forma como a relação da Ireland com o Gideon vem evoluindo. É tão fofo de assistir como eles dois vão se dando bem e o Gideon vem se tornando um irmão melhor. Como uma sonhadora que sou, adoraria ver um livro dela também. Ver o Gideon com ciúmes de um namorado da irmã seria muito legal.

Outra surpresa nessa história foi o pai de Christian que ganhou a minha simpatia e minha compreensão. Conhecer esse lado da história também foi uma bela surpresa, mais umas das coisas que faz esse livro melhor que o terceiro, para mim o pior da série até hoje. A mãe dele continua sendo uma vaca (ou qualquer outra palavra pior). Prefiro nem perder meu tempo falando sobre ela. Simplesmente leiam!

As cenas de sexo e a narração estão ainda mais pesadas que as presentes nos livros anteriores, mas eu não me importo. Sou fã dos livros eróticos. O importante é que as cenas foram muito bem escritas e que a linguagem se encaixou perfeitamente. Gosto muito da forma como a Sylvia Day escreve essa série. Por mais que em alguns pontos, me estresse, os personagens conseguem me cativar.

No final, posso dizer que gostei do livro, mas também posso afirmar que estou bem decepcionada. A história é legal, não me entendam errado, mas o que ele acrescentou aos três anteriores? Nada. Exatamente isso que você leu. N-A-D-A. Na verdade, se você juntasse o livro três e quatro e desse uma revisada, eu acho que ficava melhor. Talvez porque tenha demorado muito para ele ser lançado ou talvez porque eu estivesse ansiosa demais por ele. Enfim, gostei do livro e recomendo a leitura, principalmente para os fãs de história erótica, mas estou muito irritada com ele.

Beijos e até a próxima!

 

Série Crossfire:

1- Toda Sua – Bared to You (2012);

2- Profundamente Sua (2013) – Reflected in You (2012);

3- Para sempre Sua (2013) – Entwined With You (2013);

4- Somente Sua (2014)

 

Leia um trecho – aqui

Capa, ficha técnica, sinopse

somente sua sylvia day

Somente Sua

Captivated by You

Sylvia Day

ISBN: 9788565530835
Editora: Paralela
Número de páginas: 288
Encadernação: Brochura
Formato: 16 x 23 cm
Ano Edição: 2014
Tradução: Alexandre Boide e Juliana Romeiro

Sinopse

Gideon me chama de anjo, mas ele é o milagre em minha vida. Meu lindo, guerreiro ferido, tão determinado a matar meus demônios enquanto se recusa a enfrentar os seus próprios.

Os votos que tinhamos trocado deveriam ter nos ligado de forma mais apertada do que sangue e carne. Em vez disso,abriu velhas feridas, expondo dor e inseguranças, e isso atraiu amargos inimigos para fora das sombras. sinto ele escorregar da minha mão, meus maiores medos se tornando a minha realidade, meu amor testado de maneiras que eu não tinha certeza de que era forte o suficiente para suportar.

Em um tempo brilhante em nossas vidas, a escuridão de seu passado invadiu e ameaçou tudo o que tinhamos trabalhado tão duramente para esquecer. Nós enfrentamos uma escolha terrível: a segurança familiar das vidas que tivemos antes de termos um ao outro ou a luta por um futuro que, de repente parecia um sonho impossível e sem esperança…

Boa leitura