Olá!

Post Mortem fez tanto sucesso ao ser publicado que a autora escreveu vários outros livros com a personagem Kay Scarpetta, a médica legista de Richmond na Virgínia (EUA). Criando assim a Série sobre a doutora Scarpetta.

Aqui no Brasil a Companhia das letras publicou Post Mortem em 1999. Mas agora, o relança pelo selo Paralela.

Confira os livros da Série publicados pela Companhia das Letras

  1. Corpo de Delito (1995) – ISBN 9788571644816 ;
  2. Desumano e Degradante (1996) – ISBN 9788571645790;
  3. Cemitério de Indigentes (1997) – ISBN 9788571646377;
  4. Lavoura de Corpos (1998) – ISBN 9788571647978;
  5. Post-Mortem (1999) – ISBN 9788571648777;
  6. Restos Mortais (1999) – ISBN 9788571649491;
  7. Causa Mortis (2000) – ISBN 9788571649774;
  8. Contágio Criminoso (2001) – ISBN 9788535901672;
  9. Foco Inicial (2002) – ISBN 9788535902501;
  10. Retrato de um Assassino (2003) – ISBN 9788535904413;
  11. Alerta Negro (2004) – ISBN 9788535905830;
  12. A última Delegacia (2005) – ISBN 9788535907018;
  13. Mosca Varejeira (2006) – ISBN 9788535908251;
  14. Vestígio(2008) – ISBN 9788535911817;
  15. Predador(2009) – ISBN 9788535914160;
  16. Livro dos Mortos (2010) – ISBN 9788535916010;
  17. Scarpetta(2012) – ISBN 9788565530019 – Paralela
  18. Post – Mortem (2012) – ISBN 9788565530170 – Paralela

Acima, são os livros publicados pela editora, mas não é na ordem da série. Na ordem, veja – aqui

Foi originalmente publicado em 1990, então na história, onde os procedimentos médicos e técnicas são bem descritos e o uso da alta tecnologia disponível, nos depararemos com observações que hoje são até engraçadas, pois na época não havia celular, os testes de DNA levavam semanas, até meses, a tecnologia de ponta e o que vemos em um seriado tipo CSI na tv hoje é bem diferente, quase ninguém possuía um computador em casa, enfim, hoje uma criança com um celular é capaz de fazer coisas que eram inimagináveis nessa época.

Um serial killer tem praticado sórdidos assassinatos. Suas vítimas são mulheres e aparentemente sem nada em comum entre elas, somente o modus operandi desse psicopata. A dra Scarpetta, uma mulher brilhante, inteligente, além mergulhar em seu trabalho, tem que abrir espaço num mundo onde os homens dominam e além dos assassinatos, informações confidenciais de seu departamento estão vazando para imprensa e seu trabalho pode ser colocado em cheque. A pressão em cima dela está cada vez maior e ela chega a se questionar , chegando a pensar que pode ter cometido algum erro.

Tudo isso e ainda sua sobrinha, uma garotinha de 10 anos, com QI acima da média, passando as férias em sua casa, e ainda mostrando como burlar o sistema de segurança dos computadores não é assim tão difícil.

Há também o detetive Pete Marino que a doutora não gosta muito e aparentemente ele também não é muito seu fã, mas se veem obrigados a unir forças para agarrar esse serial killer. O assassino pode ser qualquer um, até alguém próximo, as suspeitas estão no ar… O final é surpreendente.

Adoro livro policial e Post Mortem é muito bom! Rico em detalhes dos procedimentos e uma trama surpreendente e que prende o leitor. A qualidade do texto, da revisão , projeto gráfico são impecáveis e a capa tem tudo a ver, até o brilho . Recomendo!

Leia o primeiro capítulo

 

Capa, ficha técnica e sinopse:

Post Mortem

Post Mortem
Patricia Cornwell
ISBN:9788565530170
Editora: Paralela
Número de páginas: 304
Encadernação: Brochura
Formato: 16 X 23 cm
Ano Edição: 2012

Sinopse

É um homem metódico, disciplinado, bárbaro: mata por prazer. As pistas até ele se perdem pelas ruas. A doutora Kay Scarpetta, médica-legista, examina as vítimas, mulheres que não podem lhe dizer nada a não ser pelos vestígios que trazem no corpo. E no corpo delas há um brilho produzido por alguma substância química. Qual? A doutora Scarpetta precisa descobrir logo, se quiser evitar a próxima vítima. E precisa conviver com a contradição: usa em suas autópsias os recursos mais avançados da ciência e da tecnologia, mas esse aparato se destina a penetrar em mentes tão perturbadas que parecem aquém de toda humanidade. Em outro plano, precisa lidar ainda com o fato de que alguém próximo, mas interessado em destruir sua carreira, está sabotando a investigação

Boa leitura.

See ya!

Rosana