Olá!

A resenha de hoje é de mais um ótimo livro da Série Scarpetta: Corpo de delito – segundo livro da série .

Como mencionei na resenha de Post Mortem, a Companhia das Letras está relançando os livros dessa série sob o selo Paralela.

Apesar de ser uma série, quem não leu”Post mortem”, não terá problema em ler “Corpo de delito” ou qualquer outro do início da série. A doutora Kay Scarpetta é legista chefe do departamento de medicina legal de Richmond, Virgínia e junto com o tenente Pete Marino estão prestes a se envolver em mais um caso que com certeza prenderá sua atenção. A dra. é extremamente inteligente e dedicada, vive para o trabalho e sua vida pessoal fica bem prejudicada por isso.

Em Corpo de delito, a intensidade que a dra Scarpetta se envolve é ainda maior que no livro anterior.

Primeiro a filha adotiva de um famoso e recluso escritor aparece morta. Em seguida o próprio escritor é cruelmente assassinado e praticamente no mesmo dia, sua irmã morre sob circunstâncias no mínimo estranhas. Além dos homicídios, Mark, um antigo namorado, reaparece.

A questão é que Baryl ,  filha de Cary Harper,  o escritor recluso, escrevia sob pseudônimos , mas estava para quebrar um contrato onde não poderia revelar nada de seu pai adotivo, ao escrever um livro de suas memórias e experiências enquanto viveu com os Harper. Também estava recebendo telefonemas intimidadores , a ponto de viajar para se esconder. Ao retornar, foi cruelmente assassinada, e o manuscrito do livro ninguém soube o paradeiro. O principal suspeito seria Cary Harper, mas ele também foi eliminado, e agora a dra. está sob a mira do assassino e sob a mira do advogado inescrupuloso, Sparacino, que quer processá-la dizendo que é responsável pelo “sumiço” do livro.

A dra. Kay Scarpetta e o tenente Pete Marino elaboram várias terorias, mas nenhuma parece ser a certa. Baryl não tem amigos, é afastada da família e sempre fora discreta e reclusa, deixando tudo mais difícil. Eles contam com o corpo e materias coletados, como fibras para esclarecer o que houve.  Com o aparecimento de Mark tudo fica mais pessoal para ela; ele pode estar envolvido de alguma forma.

Assim como em “Post Mortem”, a trama foi escrita ná década de 90, e muitas inovações tecnológicas ainda não eram acessíveis como hoje, e tudo é desenvolvido às antigas, o que é muito legal de se acompanhar.

Neste livro também fica claro como o tenente é homofóbico, e a autora devido sua experiência dos traumas sofridos durante a vida e também da experiência como repórter policial relata, em detalhes, como vítimas sofrem preconceito e mostra em um trecho da trama como a polícia era muito preconceituosa em relação aos portadores de HIV nessa década.

Uma das coisas que gosto na autora é a descrição de muitos precedimentos e detalhes, as vezes ela chega a ser óbvia. Nem todos leitores gostam do estilo. Mas esse romance policial é muito bem desenvolvido e tem a trama bem amarrada, as pontas não ficam soltas. Começa mais morno, mas o final é intenso. Recomendo a leitura!

 

Abaixo, a ordem correta da Série Scarpetta  (nome e ano de publicação nos EUA e depois nome e ano de publicação e reedição aqui)

Série Scarpetta

  1. Postmortem (1990) – Post Mortem (1999) ( 2012)
  2. Body of Evidence (1991) – Corpo de Delito (1995) ( 2013)
  3. All That Remains (1992) – Restos Mortais (1999) (2013)
  4. Cruel and Unusual (1993) – Desumano e degradante ( 1996)
  5. The Body Farm (1994) – Lavoura de corpos ( 1998)
  6. From Potter’s Field (1995) – Cemitério de Indigentes (1997)
  7. Cause of Death (1996) – Causa mortis (2000)
  8. Unnatural Exposure (1997) – Contágio criminoso( 2001)
  9. Point of Origin (1998) – Foco inicial ( 2002)
  10. Black Notice (1999) – Alerta negro ( 2004)
  11. The Last Precinct (2000) – A última delegacia ( 2005)
  12. Blow Fly (2003) – Mosca -varejeira ( 2006)
  13. Trace (2004) – Vestígio ( 2008)
  14. Predator (2005) – Predador ( 2009)
  15. Book of the Dead (2007) – O livro dos mortos (2010)
  16. Scarpetta (2008) – Scarpetta ( 2012)
  17. The Scarpetta Factor (2009)
  18. Port Mortuary (2010)
  19. Red Mist (2011)

 

Capa, ficha técnica e sinopse:

Corpo de delito

Body of proof

Patricia Cornwell
ISBN:9788565530200
Editora: Paralela
Número de páginas: 296
Encadernação: Brochura
Formato: 16 X 23 cm
Ano Edição: 2013
Tradução: Celso Nogueira

Sinopse

Cary Harper é um escritor famoso. Logo após o cruel assassinato de sua filha adotiva, ele também é assassinado. A irmã de Harper morre em circunstâncias igualmente misteriosas. Quem cometeu os crimes? Por que os cometeu? Essas são as perguntas que levam a médica-legista Kay Scarpetta a seguir as poucas pistas deixadas pelo criminoso.

Além das provas que consegue colher nos corpos levados ao necrotério, Scarpetta sai a campo com o chefe de polícia Pete Marino e com o agente do FBI Benton Wesley na tentativa de solucionar o caso.

As mais variadas hipóteses vão sendo sucessivamente abandonadas. Nada parece dar conta de todas as circunstâncias. Um dia, porém, a dra. Scarpetta recebe a visita de um desequilibrado mental que acaba fornecendo a única pista para a identidade do assassino. Envolvida demais no caso, a jovem legista começa a receber telefonemas ameaçadores. Seria ela a próxima da lista?

Boa leitura.

See ya!

Rosana Gutierrez